Última atualização: 25 de julho de 2022
    Leitura de 4 min

    Em parceria com a Rebel Girls

    Alexia Putellas

    Descobre a forma como a playmaker espanhola Alexia Putellas passou de jogar futebol na rua para ganhar o prémio de melhor futebolista do mundo.

    Alexia Putellas. Centrocampista espanhola. Data de nascimento: 4 de fevereiro de 1994

    Alexia Putellas. Centrocampista espanhola. Data de nascimento: 4 de fevereiro de 1994

    Para a Alexia, o futebol era uma tradição de família. Quando a família não podia ir ao estádio, esta juntava-se num restaurante nas proximidades de Barcelona para assistir aos grandes jogos na televisão. Da primeira vez que a pequena

    Alexia se juntou a esta tradição, tinha de esticar o pescoço para conseguir ver o grande ecrã por cima da multidão. Reparando nas dificuldades, o seu pai levantou-a e colocou-a na mesa de bilhar para que conseguisse ver melhor o jogo. A Alexia contemplava de olhos arregalados os jogadores a percorrerem o campo, transportando a bola e conduzindo-a em direção à baliza adversária. Quando o Barcelona marcava, todos irrompiam em alegres celebrações. Nessa altura, a Alexia não conhecia todas as regras ou sequer as estratégias, mas sabia que aquele desporto era rápido e divertido!

    "O futebol pertence a todos"

    Histórias de futebol: Alexia Putellas

    A Alexia começou a jogar futebol sempre que podia, independentemente do local onde se encontrava. Quando os seus pais se deslocavam para a praça perto da sua casa para tomar café, ela ficava a treinar na rua. Depois, acabava por voltar a correr para a sua família a transpirar e muito vermelha, pedindo um copo de água. Os seus pais sabiam que o próximo passo seria inscrevê-la num clube.

    A Alexia era a mais nova e jogava com crianças cinco anos mais velhas do que ela. Por vezes, sentia-se frustrada com o facto de os seus remates não serem tão fortes como o dos seus colegas, mas isso não a impediu de treinar no duro.

    Histórias de futebol: Alexia Putellas

    A dedicação da Alexia deu frutos. Esta juntou-se ao Barça tal como imaginava quando era criança.

    Para além disso, em 2021, a Alexia tornou-se na primeira jogadora a ganhar o prémio de Melhor Jogadora do Ano para a UEFA, o Ballon d'Or Féminin e o prémio de Melhor Jogadora da FIFA, tudo no mesmo ano!

    Por vezes, quando a Alexia marca um golo, esta levanta dois dedos para o céu em homenagem ao seu falecido pai, que lhe conferiu o impulso necessário para dar início à sua carreira.

    Histórias de futebol: Alexia Putellas

    Caros(as) atletas,
    Vejo o mundo como um lugar onde todos os desportistas se respeitam, não fazem julgamentos, um local onde não são permitidos insultos. Para que esse mundo se possa tornar uma realidade, a primeira mudança tem de partir de todos nós.

    É preciso seguirmos a nossa paixão. Quando eu era mais nova, as raparigas não sonhavam tornar-se futebolistas profissionais. Mesmo assim, eu tornei-me uma. Fi-lo porque o futebol era aquilo que eu realmente gostava de fazer.

    O mundo precisa que façamos aquilo de que realmente gostamos sem que, para isso, subvertamos os nossos valores. Isto porque, no desporto, podemos ganhar ou perder, mas os nossos valores e as lições que aprendemos acompanhar-nos-ão para toda a vida.

    Acima de tudo, desfrutem deste percurso.

    Um abraço,
    –Alexia Putellas

    Voltar a nike.com/play

    Ilustração de Marika Fanin

    Data de publicação original: 25 de julho de 2022