Avançar para o conteúdo. (Prime Enter)
Orientação

Enfrenta qualquer bloqueio mental

Confronta tudo o que te faz perder a coragem nos momentos importantes.

Como acabar com bloqueios mentais

Aquela sensação de terror arrasadora que te impede de mexer quando estás prestes a seguir o teu amigo mais experiente numa pista de esqui gelada. Acreditar que não vais conseguir fazer a apresentação mesmo que a tenhas praticado vezes sem conta. Não dizer nada durante uma chamada com a tua nova equipa porque não tens a certeza se mereces lá estar.

O medo, a perda de confiança e a sensação de que és um impostor podem impedir-te de dar o teu melhor ou até mesmo de fazer alguma coisa. Estes bloqueios mentais provêm muitas vezes da adrenalina e do cortisol, hormonas que inundam o teu corpo durante situações ameaçadoras ou de alta tensão, explica Regine Muradian, doutorada em psicologia, psicóloga clinica licenciada e especializada em ansiedade na performance. Estas hormonas podem desencadear a reação de lutar ou fugir do corpo. O resultado é uma série de sintomas físicos: o aumento da frequência cardíaca, a sensação de peito apertado e/ou as palmas das mãos transpiradas, e a sensação de que não te consegues mexer, chamada frequentemente de "sensação de sufoco".

Embora possas achar que és a única pessoa a enfrentar estes momentos, não estás sozinho. "Colapsar sob pressão é mais comum do que as pessoas imaginam. Até mesmo os profissionais experienciam esta sensação de sufoco", afirma Greg Chertok, consultor de desempenho mental certificado que trabalhou com atletas de alta competição em participações nas olimpíadas, no Super Bowl e na Stanley Cup. (Pensa na quantidade de equipas que perderam jogos importantes por causa de um golo ou um ponto.)

"Colapsar sob pressão é mais comum do que as pessoas imaginam. Até mesmo os profissionais passam por esta sensação de sufoco."

Greg Chertok
Consultor de desempenho mental certificado

Ainda melhor do que estar em boa companhia são estas técnicas simples que podes utilizar para acalmar o teu cérebro e enfrentar o que tens pela frente. Eis três bloqueios mentais comuns que te dão uma sensação de sufoco e como te podes libertar desta sensação segundo os especialistas.

01. Medo

Qual é a sensação: um medo profundo da possibilidade de te magoares a nível físico ou emocional. Podes também sentir tremores, transpiração, um aperto na garganta ou formigueiros.

Por que razão acontece: o medo pode atacar quando a tua mente se afasta do momento presente, explica Chertok. "Podes começar a pensar nas vezes que erraste no passado, como quando falhaste um golo crucial ou arruinaste uma resposta durante uma entrevista de trabalho importante", acrescenta. De repente, esse momento domina a tua capacidade de ser otimista.

Fixares-te no desconhecido também te pode assustar, afirma Chertok. É fácil preocupares-te com o pior cenário possível que poderá acontecer se falhares.

Como lidar com a situação: começa por respirar fundo. Estudos indicam que tal pode reduzir imediatamente as hormonas do stress e, ao mesmo tempo, melhorar a tua sensação de controlo emocional e bem-estar. Muradian recomenda inspirar lentamente, contando até cinco, conter a respiração por um momento e, em seguida, expirar lentamente, contando até cinco, repetindo o ciclo pelo menos três vezes. "Durante cada expiração, diz a ti próprio que estás a libertar-te de todos os pensamentos negativos", afirma.

Ao mesmo tempo, aceita os teus sentimentos em vez de os dramatizares. Pode ser difícil fazer desaparecer todos os teus medos durante a subida até ao cume. No entanto, podes impedir que fiquem fora de controlo, afirma Chertok, que recomenda pensares mais nos detalhes positivos e reduzires os negativos. Por exemplo, foca-te em todas as escaladas bem-sucedidas que já fizeste em vez de pensares naquela vez que escorregaste. Em último recurso, diverte-te com os teus medos. Quando começares a ter preocupações irracionais, pensa: "E se eu partir a perna?" Experimenta dar uma voz engraçada a estes pensamentos. "Ouvir o nosso diálogo interno na voz do Elmer Fudd ou do Daffy Duck pode conferir imediatamente uma perspetiva menos pesada aos pensamentos", explica Chertok.

Como acabar com bloqueios mentais

02. Perda súbita de confiança

Qual é a sensação:
sentires que não vais conseguir fazer algo, mesmo que tenhas praticado um milhão de vezes.

Por que razão acontece: os melhores atletas e as pessoas mais bem-sucedidas têm tendência a visualizar determinados resultados quando se esforçam arduamente para se prepararem para o grande momento, afirma Muradian. No entanto, isso pode facilmente levar-te a pensar demasiado sobre a situação e tentar controlar cada detalhe, acrescenta.

Além disso, quando treinas algo vezes sem conta ao ponto de a habilidade se tornar praticamente automática, o foco em demasia pode acabar por ser mais prejudicial do que benéfico. "Quando ficas obcecado por tentar controlar a tua técnica de pulso num lançamento livre ou os teus resultados em campo, os mecanismos automatizados do cérebro são interrompidos e podes sentir que a ação em si é estranha e és incapaz de a executar", afirma Chertok.

Como lidar com a situação: em primeiro lugar, lembra-te de que tens capacidade para alcançar o sucesso, refere Muradian. Para a dose de confiança necessária, relembra uma altura em que superaste um desafio, afirma. Em seguida, dirige a tua atenção para fora em vez de para a ação que estás a tentar controlar. "Concentra-te ativamente nas coisas à tua volta, como os alvos, os adversários ou a bola, e não no processo de pensamento, que pode ser paralisante", acrescenta Chertok. Basta focares-te nos teus colegas de equipa em vez de nos mecanismos do teu passe ou imaginares que estás a falar com uma pessoa específica na audiência em vez de tentares lembrar-te de falas memorizadas.


03. Síndrome do impostor

Qual é a sensação:
sentires que chegaste lá, às finais, à última ronda de entrevistas ou à cerimónia de entrega de prémios (virtual) porque tens sorte e não por causa das tuas capacidades ou do teu talento.

Por que razão acontece: por vezes, a síndrome do impostor depende de sentimentos de autoestima menos bons. "Ocorre com mais frequência quando não se tem confiança nas próprias capacidades ou quando se pensa que tudo o que é feito nunca será suficientemente bom", afirma Muradian. Também pode ocorrer quando te preocupas demasiado com a tua imagem. "Talvez estejas mais interessado em não parecer mal do que em ganhar", acrescenta Chertok, por isso, quando ganhas, sentes-te desconfortável.

Como lidar com a situação: quando notares que o teu cérebro está a ser manipulado pelo medo de seres uma farsa, luta contra isso. "É importante silenciar os pensamentos negativos, pois eles é que são o verdadeiro impostor", refere Muradian. Uma forma eficaz de os bloquear é pensar nos melhores elogios que já recebeste sobre as tuas capacidades ou um desempenho passado, acrescenta. Convence-te de que as pessoas em quem confias elogiam as tuas capacidades com base na realidade.


Acima de tudo, lembra-te de que esta sensação de sufoco faz parte do ser humano. "Ninguém sabe o que está a fazer e esta é a realidade", afirma Chertok. Quando temos isso em mente, "conseguimos seguir em frente e aceitar a nossa experiência como normal. Além disso, seremos capazes de dar mais atenção à tarefa que temos pela frente."

Vamos a isso, descida íngreme!

Texto: Marygrace Taylor
Ilustração: Kezia Gabriella

Como acabar com bloqueios mentais

Vai mais longe

Para obteres mais orientação especializada sobre recuperação, bem como sobre mentalidade, movimento, nutrição e sono, consulta a Nike Training Club App.

Vai mais longe

Para obteres mais orientação especializada sobre recuperação, bem como sobre mentalidade, movimento, nutrição e sono, consulta a Nike Training Club App.

Histórias relacionadas

Visualiza o que acontece para o fazeres acontecer

Orientação

Ver acontecer para fazer acontecer

Como fortalecer a confiança em ti mesmo

Orientação

O teu eu mais convicto

Três mudanças mentais para superar a estagnação no treino

Orientação

Três mudanças mentais para te fazer ultrapassar um impasse

Como os truques de preparação de refeições tornam a cozinha saudável simples e divertida

Orientação

O guia de culinária "Cozinhar tornou-se um fardo"

Como romper de vez com os maus hábitos

Orientação

Acaba com esse mau hábito de vez