Soluções de cuidado pessoal para todas as situações

Orientação

Tens 99 problemas, mas graças a este guia, o teu progresso não é um deles.

Última atualização: 6 de julho de 2022
Leitura de 7 min
  • Os cuidados pessoais não se resumem a ires fazer manicure e pedicure num sábado. Significa cuidares de ti regularmente.
  • Adapta as atividades às tuas necessidades atuais. Um treino altamente enérgico pode ser mais relaxante do que uma massagem.
  • Manter uma lista de gratidão e outras dicas dos especialistas podem ajudar-te a ultrapassar um obstáculo emocional para que te mantenhas no rumo certo em termos de bem-estar.


Continua a ler para saberes mais…

Como melhorares o teu cuidado pessoal

Quando falamos em "cuidado pessoal", pensas em banhos de imersão e maratonas de filmes debaixo de um cobertor pesado? Se for o caso, não estás errado, mas podes estar a perder algo. "O cuidado pessoal é a forma diária, consistente e básica de cuidares de ti mesmo, incluindo a tua saúde física, emocional e mental, para que possas ser a melhor versão possível de ti mesmo", refere Theresa Melito-Conners, doutorada, especialista em cuidado pessoal, consultora educacional e autora de Massachusetts. Quando estás em plena forma, tens mais condições para ultrapassar os obstáculos da vida, sejam eles grandes ou pequenos.

O cuidado pessoal não se resume apenas a mimares-te. "Pode significar fazer algo desagradável que, em última análise, é benéfico para ti (como ir ao dentista) ou dares a ti mesmo exatamente aquilo de que precisas numa situação específica (por exemplo, um almoço como deve ser)", indica Ellen Bard, membro associado da British Psychological Society e autora de This Is for You: A Creative Toolkit for Better Self-Care. "De qualquer das formas, os cuidados pessoais permitem repor melhor as tuas energias para que possas estar totalmente presente no trabalho, no teu treino e nas tuas relações", defende Bard. Além disso, em vez de desperdiçares tempo e energia a obrigares-te a manter a calma, podes dar a ti mesmo os recursos internos para resolver os problemas com os quais estás a tentar não te preocupar. É como juntar a peça do puzzle em falta, em vez de unir várias peças que não encaixam e esperar que formem alguma coisa.

"Para cuidares de ti mesmo de forma eficaz, tens de te conhecer bem", afirma Bard. "O que pode satisfazer uma pessoa pode não resultar para outra e aquilo de que precisamos num momento pode não resultar para nós noutra altura", refere. "O cuidado pessoal consiste em estabelecer uma ligação mais profunda connosco e em ouvir aquilo de que os nossos corações, mentes e corpos precisam."

É essencial adaptar as tuas atividades de cuidado pessoal às tuas necessidades atuais. Se o fizeres da forma correta, conseguirás atingir os teus objetivos. Experimenta este guia baseado em opiniões de especialistas.

1. Quando te sentes sobrecarregado: arranja tempo para um treino altamente enérgico

"Uma massagem relaxante pode parecer a pausa de que precisas de tudo o que te rodeia. Contudo, se acabares por percorrer mentalmente a tua lista de tarefas enquanto a massagista trabalha nas tuas costas, provavelmente irás sentir-te ainda mais sobrecarregado no final", afirma Melito-Conners.

"Em vez disso, experimenta fazer um treino que saibas que te fortalece e alivia o stress", refere Melito-Conners. Pode ser uma festa de dança de cinco minutos, uma sessão de levantamento de pesos, uma corrida à volta do teu quarteirão ou uma sessão de ioga impetuosa. Segundo Melito-Conners, basta moveres o corpo durante alguns minutos e aumentar a tua frequência cardíaca também pode impulsionar a tua energia o suficiente para ficares a postos para enfrentar o projeto ou o problema em que estás a trabalhar. Além disso, a investigação demonstrou que o exercício de qualquer tipo pode fomentar a autoestima. A energia e a confiança são uma combinação poderosa para tratar do que precisa de ser feito e potenciar o progresso.

Como melhorares o teu cuidado pessoal

2. Quando tens dificuldades em dormir: toma um banho

O stress e a insónia andam sempre juntos (infelizmente), mas fazer uma sesta, uma estratégia clássica de cuidado pessoal em caso de cansaço, pode, na verdade, ser sinónimo de sabotagem. "Dormir a meio do dia pode desregular o teu relógio biológico, prejudicando ainda mais a tua capacidade para adormecer", refere Rebecca Leslie, doutorada em psicologia, psicóloga licenciada em Atlanta.

A tua melhor jogada? Um banho quente. A imersão em água durante uma hora antes da hora de dormir ajuda a adormecer mais rapidamente e a obter uma melhor qualidade de sono, concluiu um estudo publicado na revista científica Sleep Medicine Reviews. "Estimula o sistema termorregulador do corpo, o que pode ajudar a baixar a temperatura central, preparando-te para adormeceres mais facilmente", indica Leslie. "Deitares-te na banheira também pode ter um efeito calmante e ajudar a criar uma ótima mentalidade para dormir, porque estás parado, a descontrair e a desligares-te antes de ires para a cama."

3. Quando sentes ansiedade: telefona a um amigo

Geralmente, descontrair no teu roupão com um copo de vinho tinto ou ver um jogo não é a melhor solução para desligares a tua mente inquieta, uma vez que, provavelmente, os pensamentos vão continuar a surgir. Telefonar a um amigo pode ser mais agradável e animador.

"Normalmente, a ansiedade é indicadora de uma preocupação com o futuro", indica Bard. "Falar sobre isso com um amigo, obter uma perspetiva diferente e pedir-lhe para te ajudar a elaborar um plano pode proporcionar-te uma sensação de controlo. Além disso, é reconfortante lembrares-te do teu sistema de apoio", acrescenta. Mesmo que o teu amigo não te consiga ajudar a resolver o problema, por vezes só precisas de saber que as pessoas estão lá para ti.

4. Quando sentes fúria: tenta meditar e/ou respirar fundo

Se a raiva se acumular, não é possível disfarçá-lo. "Uma meditação curta, mesmo que sejam apenas cinco minutos, ou alguns exercícios de respiração profunda podem ajudar a acalmar o sistema nervoso, promover a clareza mental e restaurar o equilíbrio", explica Melito-Conners. "Quando possível, tenta determinar o que origina a tua irritação." Fazê-lo pode ajudar-te a reagir à situação de forma adulta e racional ou a esquecê-la e ultrapassá-la (muitas vezes, a melhor solução).

Demasiado chateado para estar feliz? Já senti isso. "Se a agitação for muito intensa, movimenta o teu corpo. Caminha, ouve a tua música favorita ou dança e canta para melhorares o humor", aconselha Melito-Conners. A partir daí, podes dar início a uma sessão de meditação ou respiração para te acalmares ainda mais ou simplesmente desfrutar de uma versão mais feliz de ti mesmo.

5. Quando sentes frustração: cria uma lista de gratidão

"Há muitos estudos de qualidade que concluíram que as pessoas que mantêm diários de gratidão sentem uma maior satisfação com a vida e têm mais autoestima", refere Leslie. Para que conste, manter um diário não significa necessariamente sentares-te a escrever num diário durante horas. "Podes passar todos os dias alguns minutos a escrever duas ou três coisas pelas quais sentes gratidão, ou manter um inventário em aberto num documento Google ou numa nota no teu telemóvel", explica Melito-Conners. "Quando te apercebes de que estás num desses momentos em que te sentes em baixo, podes olhar para a tua lista e refletir sobre tudo aquilo pelo que sentes gratidão."

Em última análise, tudo isto se resume a descobrir o que resulta para ti. Se estas sugestões não te ajudarem a enfrentar os obstáculos que encontras na tua jornada de bem-estar, continua a fazer experiências até encontrares o que te faz sentir melhor. Para facilitar a tarefa, questiona-te sempre: "De que preciso agora?" e "De que irei precisar no futuro?" afirma Bard. No final, não deves ter qualquer problema em destacar o "pessoal" em "cuidado pessoal".

Texto: Celia Shatzman
Ilustração: Xoana Herrera

NÃO PERCAS

Uma sessão diária de alongamentos pode ser aquilo de que precisas para enfrentar os pequenos fatores de stress do dia a dia. Começa o programa "Ioga para o dia a dia" na Nike Training Club App e, em seguida, descobre mais formas de implementar cuidados pessoais com os artigos liderados por especialistas e disponíveis em nike.com.

Histórias relacionadas

Seis hábitos da mentalidade de atleta

Orientação

Melhora o teu jogo mental para dizeres adeus às inseguranças

A tenacidade é inata ou pode ser desenvolvida?

Orientação

A tenacidade é inata ou pode ser desenvolvida?

Como reagir de forma mais positiva

Orientação

Como responder de forma mais positiva a (praticamente) tudo

5 dicas para lidar com o burnout, segundo os especialistas em saúde mental

Orientação

O que fazer quando chegas à exaustão

O efeito placebo funciona — Fica a saber porquê

Orientação

Tira partido do poder do efeito placebo