Como pensar como um treinador de running

Orientação

O treinador Bennett explica como adotar a mentalidade de um especialista para correres mais, melhor e mais rápido.

Última atualização: 11 de novembro de 2020
Torna-te mais forte, corre mais rápido e vai mais longe

É muito provável que, a determinada altura da tua vida, tenhas tido um treinador. Podias, por exemplo, ter 10 anos e estar a preparar-te para uma corrida de 1,6 km numa aula de educação física. Talvez jogasses numa equipa de futebol na escola ou pertencesses a um clube de corrida universitário. Independentemente da altura ou do desporto, apostamos que o teu treinador fazia frequentemente uma coisa: perguntas.

"Como te sentes?"

"O que correu bem?"

"Poderias ter feito melhor?"

Este é o tipo de perguntas profundas que te obrigam a refletir, afirma o Chris Bennett, Global Head Coach da Nike Running. É ao questionar-te que consegues alcançar maior potencial durante as corridas. "O objetivo de fazer perguntas é obter respostas. Acabas sempre por aprender algo sobre ti", afirma o Bennett. "Se não fizeres perguntas e a corrida não tiver sido boa, não vais saber o motivo e não vais saber como melhorar."

A mudança simples

Depois de cada corrida, questiona-te: "Como correu?"

A tua resposta habitual pode ser deitar-te abaixo. (Exibi lentidão porque não corro bem.) Em alternativa, podes pensar nas coisas que podiam ter corrido melhor. (Mais uma corrida simples de 8 km, bastante normal.)

Em vez disso, o objetivo é que demonstres empatia, honestidade e autenticidade na tua resposta, tal como um bom treinador, e que penses em formas de tornar a tua corrida melhor da próxima vez, mesmo que sintas que arrasaste.

Isto significa que tens de ter um contexto para a tua resposta, afirma o Bennett. "Questiona-te: «Por que motivo a corrida não correu bem? Passava-se algo mais na tua vida?» Por outro lado, se a corrida foi fantástica, também te deves questionar por que motivo isso aconteceu."

Em seguida, tal como um treinador, faz algo com essa informação. Se sentiste o teu corpo rígido durante o primeiro quilómetro, reserva mais tempo para o teu corpo se ajustar a passar do estado imóvel ao estado de corrida (o Bennett recomenda cinco a 10 minutos de "corrida bem simples" seguida de alongamentos ligeiros). Sentiste que estavas em alta? Pensa no que pode ter contribuído para isso, como, por exemplo, o cocktail que recusaste ou uma boa noite de sono e tenta repeti-lo da próxima vez.

"Continua a pensar como um mentor e demonstra disponibilidade para aprender e, em seguida, vais tornar-te um melhor treinador", revela o Bennett. "Isto significa que também vais melhorar enquanto corredor."

"Continua a pensar como um mentor e demonstra disponibilidade para aprender."

Chris Bennett
Global Head Coach da Nike Running

Mais sugestões para que continues a evoluir

01. Cria um objetivo para cada corrida.
Sempre que apertares os atacadores, decide o que pretendes obter do treino, recomenda o Bennett. "Tudo vale como resposta: atingir uma determinada velocidade, desanuviar a cabeça ou explorar um quarteirão novo." Em seguida, segundo ele, se hesitares relativamente ao que fazer durante a corrida (Preciso de maior rapidez? De conseguir correr mais um quilómetro?), questiona-te se isso te vai ajudar a atingir o teu objetivo do dia.

02. Dedica-te profundamente ao desporto.
Segue outros corredores nas redes sociais, vê corredores profissionais em competição ou junta-te a uma comunidade de corredores (temos uma aplicação precisamente para isto). Tal como um treinador se dedica profundamente a um desporto para poder dar boas orientações, podes encontrar inspiração e motivação ao testemunhares a capacidade atlética e a energia de outros corredores, explica o Bennett.

03. Pensa por ti.
Imagina um treinador na bancada a incentivar um atleta. Podes fazer isso por ti num momento mais difícil da corrida, afirma a Shalane Flanagan, que participou nas olimpíadas por quatro vezes e é treinadora do Bowerman Track Club. A frase que ela diz aos seus corredores para utilizarem: controla a tua mente. "Era isto que dizia a mim própria durante os treinos quando me sentia verdadeiramente com dificuldades", conta a Flanagan. "Isto força-te a concentrares-te nos teus passos e na respiração em vez de assumires uma mentalidade de autopreservação e de tentares proteger-te do que está por vir."

04. És tu quem decide.
Um treinador sabe que todos os atletas têm as suas próprias qualidades e fraquezas. A solução passa por conheceres as tuas. "É fácil cair num jogo de comparações. «Estou a correr tão depressa como ela? A mesma distância? Tão bem como ela?»", afirma a Flanagan. "No entanto, a avaliação do sucesso passa por acompanhar o teu progresso. O que te vai levar ao próximo nível é focares-te constantemente naquilo que te vai ajudar a melhorar enquanto atleta."

Histórias relacionadas

Dorme melhor esta noite para correres melhor amanhã

Orientação

Dorme melhor esta noite, corre melhor amanhã

A sugestão de treino de que todos os corredores necessitam

Orientação

A sugestão de treino de que todos os corredores necessitam

Devo realmente correr hoje? Vê como saber

Orientação

Correr ou não correr: Eis a resposta

Os melhores movimentos para aumentar a força e melhorar cada corrida

Orientação

Um movimento de força para ajudar a melhorar cada corrida

Dicas de alimentação saudável para corredores que realmente funcionam

Orientação

Dicas de alimentação saudável para corredores