Dar uma nova vida a sapatilhas antigas... com laranjas, nozes e farinha?

Inovação

Sim, é verdade! Junta-te aos designers de calçado da Nike à medida que partilham três formas de utilizar ingredientes naturais em tarefas simples em casa para ajudar as tuas sapatilhas a durarem mais tempo.

Última atualização: 4 de abril de 2022
Leitura de 8 min
Dar nova vida às sapatilhas antigas com ingredientes naturais

"Mãos à obra" é uma série onde irás descobrir técnicas táteis de especialistas inovadores.

"Sou uma vegetariana de A+ e uma vegana de A-", diz em tom de brincadeira Aja Zarreparvar, Footwear Design Specialist, em referência à receita de corantes para sapatilhas à base de plantas que vai partilhar connosco.

Quer seja o que comes ao almoço ou como cuidas das tuas sapatilhas, estamos todos nas nossas jornadas para nos tornarmos cidadãos mais sustentáveis. No entanto, será que as ações individuais podem realmente contribuir para a mudança social?

Aja pensa que sim: "A cultura determina o que é «fixe»", afirma. "Se a cultura continuar a incentivar a renovação das sapatilhas, a personalização e a manutenção das coisas, podemos tornar a sustentabilidade um pilar inegável do que é fixe!"

Dar nova vida às sapatilhas antigas com ingredientes naturais

Conhece a tua anfitriã Aja Zarreparvar (à direita) e a convidada Indah Nur.

Enquanto mergulhar as tuas sapatilhas numa bacia de água quente cheia de beterrabas pode não parecer uma ação climática intuitiva para a maioria das pessoas (ainda!), faz parte de um dia de trabalho para Aja.

"Estou aqui para ajudar a inspirar todos os designers da empresa a explorarem, sonharem, descobrirem e a manterem-se entusiasmados com novos processos e abordagens", afirma sobre o seu trabalho no Blue Ribbon Studio, o espaço de criação no campus da Nike. "Por vezes, ocorrem erros, mas é nessas ocasiões que acontecem acidentes felizes. É aí que nascem as soluções para os problemas!"

Estás a postos para resolver alguns problemas práticos das sapatilhas através de um pensamento inovador (e arregaçar um pouco as mangas)? Desloca para baixo para aprenderes formas de limpar, tingir e colar as tuas sapatilhas com métodos sustentáveis que Aja e Indah Nur, também ela designer de calçado, utilizam em casa. Vamos lá!

Nota: vais estar a trabalhar com líquido quente em alguns casos, pelo que é necessário a supervisão de um adulto, bem como o uso de óculos e luvas de proteção.

1. Como manter as tuas sapatilhas como novas utilizando artigos que tens em casa

Quer procures manter as tuas sapatilhas como novas durante o máximo de tempo possível ou prefiras um look desgastado que melhora com a idade, uma coisa é certa: "Se cuidares bem das tuas coisas, elas duram mais tempo", afirma Indah, que se especializa em criar sapatilhas suficientemente resistentes para crianças que adoram brincar. Se sentires que te estás a perder com todas as opiniões e técnicas que existem por aí, começa pelos princípios básicos e pelo que te rodeia, utilizando ferramentas que podes já ter na cozinha e casa de banho! Vê o vídeo acima para obteres indicações detalhadas.

Facto curioso: as bolhas Nike Air, como muitos
plásticos, podem ficar embaciadas ao longo do tempo
devido à oxidação. No entanto, não te preocupes, pois incluímos
uma dica para as fazer brilhar como novas.
Não percas!

Bónus: renovar sapatilhas não só é bom para o teu look, como também pode ajudar a manter as tuas sapatilhas como novas durante mais tempo. Aprendemos com os engenheiros de qualidade da Nike que, depois de passarem um dia por baixo dos pés, a maioria das solas intermédias de espuma demora 24 a 48 horas a descomprimir. Assim, quando puderes, pratica a recuperação ativa ao alternar entre dois ou mais pares.

2. Como tingir naturalmente as tuas sapatilhas e dar-lhes uma vida nova

Alguma vez encontraste um par enterrado bem no fundo do teu armário que estivesse sujo, descolorado ou no qual talvez tenhas perdido o interesse? Antes de o doar ou reciclar, considera modernizá-lo com um novo look colorido! Tens direito a pontos extra se experimentares uma receita baseada em produtos naturais como a que se encontra acima. "Tingir as sapatilhas dá-lhes sempre uma nova vida, independentemente das circunstâncias", afirma Aja. "Porém, tingir com açafrão, café ou restos de comida é um círculo de vida artístico!"

Facto curioso: as beterrabas são vermelhas, o café
é castanho… mas que cor achas
que os caroços de abacate produzem? Descobre a resposta
surpreendente no vídeo acima.

Bónus: conhece os teus materiais! Os corantes naturais como os apresentados acima funcionam melhor em materiais naturais, como algodão, lona, camurça, lã. Os materiais sintéticos (como plástico, borracha, poliéster), de que são feitos muitos componentes das sapatilhas, não absorvem corantes naturais da mesma forma. Para colorir estes materiais, experimenta um corante mais forte da tua loja local de artesanato.

3. Como fazer cola para sapatilhas em casa e salvar sapatilhas estragadas

"É a história de como as consegui ou da sensação que tenho quando as calço", afirma Aja em relação às suas muitas sapatilhas favoritas (incluindo o par sentimental apresentado acima). "Todas elas têm este aspeto mágico que não consigo explicar, mesmo depois de todo este tempo!" Se tens umas sapatilhas que estimas com componentes que começam a descolar, não tenhas medo de entrar em ação com cola. No entanto, não te esqueças de ver o vídeo acima para obter dicas sobre o que é possível arranjar, qual a melhor forma de aplicar a cola e até uma receita para fazeres a tua própria cola em casa.

Facto curioso: as colas de farinha como a
demonstrada acima são utilizadas
desde os tempos antigos (isto é,
há milhares de anos) para várias artes
como a encadernação de livros, découpage e muito mais.

Bónus: existem colas mais avançadas por aí? Claro que sim! Os químicos da Nike estão sempre a criar alternativas melhores. No entanto, mesmo as colas de potência industrial podem degradar-se ao longo das décadas. A humidade ou o calor excessivos podem acelerar esse processo, por isso, tenta evitá-los. Se o teu par estiver totalmente estragado, podes sempre reciclá-lo nas lojas Nike participantes.

Conhece as especialistas em sapatilhas: Aja e Indah

Ouviste as suas dicas acima. Agora conhece as nossas anfitriãs nesta edição de "Mãos à obra".

Dar nova vida às sapatilhas antigas com ingredientes naturais

Aja
Footwear Design Specialist,
Blue Ribbon Studio na Nike

O que é o Blue Ribbon Studio?
"O BRS é o centro nervoso cultural, criativo e comunitário do design da Nike. Somos o epicentro da criatividade de design da Nike. É um lugar onde os designers podem brincar."

Fala-nos do teu trabalho.
"Ser uma Footwear Design Specialist na BRS significa que estou aqui para ajudar a apoiar outros designers. Para mergulhar nestas frequências criativas com todos os diferentes sabores, texturas e formas. Considero-me o leite na taça de cereais. Leite de aveia sem lacticínios, quero dizer."

O que te levou a este ponto?
"Estudei arquitetura na universidade e, inicialmente, entrei na Nike como 3D Footwear Designer há cerca de três anos."

Que traços da personalidade trazes para o trabalho e a vida?
"Estou sempre disposta a explorar e a mergulhar de cabeça! Estou constantemente curiosa, adoro aprender coisas novas e tentar trazer um pouco de leveza a tudo."

Dar nova vida às sapatilhas antigas com ingredientes naturais

Quando é que surgiu o teu amor pelas sapatilhas?
"Usava as Air Jordan 4 Retro «Mars» 2006 para jogar basquetebol no 7.º ano. Algo mudou quando tive aquele primeiro par e nunca mais olhei para trás."

Quais são alguns dos teus pares favoritos ultimamente?
Air Jordan 1 "Not For Resale": "A mensagem «please crease» nos dedos é incrível. Remete exatamente para a cultura das sapatilhas."

ISPA Flow: "Têm uma parte superior translúcida realmente maravilhosa. Têm um caminhar divertido, uma experiência totalmente diferente."

Blazer Jumbo: "Têm um design tão bem pensado. A minha reação foi: «É assim que se melhora um clássico»."

Dar nova vida às sapatilhas antigas com ingredientes naturais

Indah
Materials Designer,
calçado para criança na Nike

Fala-nos do teu trabalho.
"A minha função é garantir que compreendo realmente as necessidades dos nossos consumidores para criar produtos apelativos, resolvendo problemas com criatividade, sustentabilidade e circularidade do ponto de vista dos materiais."

Quando é que surgiu o teu amor pelas sapatilhas?
"A minha ligação às sapatilhas prende-se com o desfrutar o tempo com a minha família. Quando me mudei para Los Angeles da Indonésia em 2005, não falava inglês e os meus primos não falavam indonésio, mas, de alguma forma, conseguimos criar laços através das sapatilhas. Eles levavam-me a acampar à espera de novos lançamentos e eu fazia novos amigos enquanto esperava na fila. Tem tudo a ver sobre a comunidade que me faz sentir bem-vinda."

Que traços da personalidade trazes para o trabalho e a vida?
"Sou uma pessoa descontraída, extrovertida, do signo capricórnio. Gosto de experimentar novos alimentos, explorar novas lojas vintage, lojas de segunda mão, etc. É por isso que as minhas sapatilhas têm de ser confortáveis, estou sempre em movimento!"

Dar nova vida às sapatilhas antigas com ingredientes naturais

Quais são alguns dos teus pares favoritos ultimamente?
Air Jordan 4 x Off-White: "São bastante importantes para mim porque são um lançamento feminino. Quanto mais desgastadas ficarem, melhor. Na minha equipa, falamos sempre sobre encontrar materiais que melhorem à medida que envelhecem."

Air Jordan 1 Mid Fearless "Melody Ehsani": "Uma amiga ofereceu-me este par. Muitas pessoas falam mal das Mid, mas, para mim, são muito confortáveis e das minhas favoritas. Concebidas por mulheres, com uma narrativa e uma paleta de cores inacreditável."

Air Jordan 3 "A Ma Maniére": "Outras sapatilhas lançadas para mulher que tentei a todo o custo obter e, felizmente, consegui. Adoro o material premium, o forro acolchoado (tão confortável), a camurça, as pontas dos atacadores com «Work Harder» estampado."

Dar nova vida às sapatilhas antigas com ingredientes naturais

Aja
Footwear Design Specialist,
Blue Ribbon Studio na Nike

O que é o Blue Ribbon Studio?
"O BRS é o centro nervoso cultural, criativo e comunitário do design da Nike. Somos o epicentro da criatividade de design da Nike. É um lugar onde os designers podem brincar."

Fala-nos do teu trabalho.
"Ser uma Footwear Design Specialist na BRS significa que estou aqui para ajudar a apoiar outros designers. Para mergulhar nestas frequências criativas com todos os diferentes sabores, texturas e formas. Considero-me o leite na taça de cereais. Leite de aveia sem lacticínios, quero dizer."

O que te levou a este ponto?
"Estudei arquitetura na universidade e, inicialmente, entrei na Nike como 3D Footwear Designer há cerca de três anos."

Que traços da personalidade trazes para o trabalho e a vida?
"Estou sempre disposta a explorar e a mergulhar de cabeça! Estou constantemente curiosa, adoro aprender coisas novas e tentar trazer um pouco de leveza a tudo."

Indah
Materials Designer,
calçado para criança na Nike

Fala-nos do teu trabalho.
"A minha função é garantir que compreendo realmente as necessidades dos nossos consumidores para criar produtos apelativos, resolvendo problemas com criatividade, sustentabilidade e circularidade do ponto de vista dos materiais."

Quando é que surgiu o teu amor pelas sapatilhas?
"A minha ligação às sapatilhas prende-se com o desfrutar o tempo com a minha família. Quando me mudei para Los Angeles da Indonésia em 2005, não falava inglês e os meus primos não falavam indonésio, mas, de alguma forma, conseguimos criar laços através das sapatilhas. Eles levavam-me a acampar à espera de novos lançamentos e eu fazia novos amigos enquanto esperava na fila. Tem tudo a ver sobre a comunidade que me faz sentir bem-vinda."

Que traços da personalidade trazes para o trabalho e a vida?
"Sou uma pessoa descontraída, extrovertida, do signo capricórnio. Gosto de experimentar novos alimentos, explorar novas lojas vintage, lojas de segunda mão, etc. É por isso que as minhas sapatilhas têm de ser confortáveis, estou sempre em movimento!"

Dar nova vida às sapatilhas antigas com ingredientes naturais
Dar nova vida às sapatilhas antigas com ingredientes naturais

Quando é que surgiu o teu amor pelas sapatilhas?
"Usava as Air Jordan 4 Retro «Mars» 2006 para jogar basquetebol no 7.º ano. Algo mudou quando tive aquele primeiro par e nunca mais olhei para trás."

Quais são alguns dos teus pares favoritos ultimamente?
Air Jordan 1 "Not For Resale": "A mensagem «please crease» nos dedos é incrível. Remete exatamente para a cultura das sapatilhas."

ISPA Flow: "Têm uma parte superior translúcida realmente maravilhosa. Têm um caminhar divertido, uma experiência totalmente diferente."

Blazer Jumbo: "Têm um design tão bem pensado. A minha reação foi: «É assim que se melhora um clássico»."

Quais são alguns dos teus pares favoritos ultimamente?
Air Jordan 4 x Off-White: "São bastante importantes para mim porque são um lançamento feminino. Quanto mais desgastadas ficarem, melhor. Na minha equipa, falamos sempre sobre encontrar materiais que melhorem à medida que envelhecem."

Air Jordan 1 Mid Fearless "Melody Ehsani": "Uma amiga ofereceu-me este par. Muitas pessoas falam mal das Mid, mas, para mim, são muito confortáveis e das minhas favoritas. Concebidas por mulheres, com uma narrativa e uma paleta de cores inacreditável."

Air Jordan 3 "A Ma Maniére": "Outras sapatilhas lançadas para mulher que tentei a todo o custo obter e, felizmente, consegui. Adoro o material premium, o forro acolchoado (tão confortável), a camurça, as pontas dos atacadores com «Work Harder» estampado."

Apresentado pela Move To Zero: a jornada da Nike rumo à eliminação do desperdício e das emissões de carbono para ajudar a proteger o futuro do desporto.

Vídeos: Ariel Fisher
Texto: Gail Dorwin

Histórias relacionadas

Introdução ao design de sapatilhas sustentáveis 

Inovação

As bases do design de sapatilhas sustentáveis

Como limpar as sapatilhas de running e ter um impacto menor no planeta

Inovação

Como limpar as sapatilhas de running e ter um impacto menor no planeta

Mãos à obra: como produzir biomateriais

Inovação

Como produzir biomateriais e criar o futuro desde a tua cozinha

12 formas de prolongar a vida das tuas sapatilhas de running

Inovação

Quilometragem máxima: 12 formas simples de prolongar a vida das tuas sapatilhas de running

Missão de logística de reciclagem da Nike para salvar milhões de sapatilhas

Inovação

Missão de resgate: como a logística inversa pode salvar milhões de sapatilhas