20% de desconto com o código DEC20

Na compra de três ou mais artigos a preço integral*. Comprar *Ver detalhes

Tarryn Alberts

All For 1

A Dança Muda Vidas

Tarryn Alberts é uma bailarina e coreógrafa sul-africana que vive em Joanesburgo. Já atuou em todo o mundo e partilhou o palco com estrelas, mas qual terá sido a sua maior conquista até ao momento? A Dope Dance Academy, uma escola de dança para crianças no município onde foi criada e onde ainda hoje vive.

Não há dúvidas, a Tarryn Alberts nasceu para dançar. "A minha mãe diz que aprendi a dançar antes de aprender a andar", afirma. "Comecei a treinar formalmente quando tinha nove anos e tornei-me profissional aos 17", afirma sorridente enquanto encolhe os ombros. "Ainda não devia trabalhar, mas já fazíamos muitas exibições remuneradas".

Desde então, Tarryn tem dançado por todo o mundo. Percorreu o mundo a fazer atuações secundárias perante milhares de pessoas, partilhando o palco com pessoas como Kanye West e Kendrick Lamar. Marcou presença em mais de cinquenta videoclipes musicais na África do Sul e fez até a sua estreia no grande ecrã.

Mas, apesar do seu sucesso internacional, Tarryn nunca se esquece de onde veio. Na verdade, ela ainda lá está.

Durante praticamente toda a sua vida, Tarryn viveu em Eldorado Park, um município nos subúrbios de Joanesburgo, carinhosamente conhecido como Eldos. "Não posso simplesmente dizer que é uma comunidade pobre, porque existem vários espectros de pobreza. Por exemplo, temos muitos pequenos negócios em desenvolvimento, mas temos uma taxa de desemprego de 40%. Tal como hoje, é dia de semana, as pessoas deviam estar no emprego. Mas não estão. Estão nas ruas, a fazer pequenos biscates e apressadas. A tentar obter algum rendimento para alimentar a família à noite".

A habitação em Eldos está lotada, e a Tarryn preocupa-se com a facilidade com que uma pessoa se pode transformar numa estatística. "Eu podia andar nas ruas a praguejar, a vender droga", afirma. "Podia ter tido um filho quando andava no secundário". Tarryn sente-se feliz por a dança a ter levado por outros caminhos. "A dança mantém-te ocupado, mantém-te fora das ruas", explica. "A dança salva vidas".

Mas a Tarryn não queria guardar a sua tábua de salvação só para si, queria alargá-la à sua comunidade local. Por isso, abriu uma escola de dança: um estúdio na sua cidade. É grátis, funciona seis dias por semana, oferece programas de aconselhamento e está aberta a todas as crianças da zona.

"A Dope Dance Academy é muito mais do que apenas uma questão de dança", afirma. "A um nível prático, trata-se de disciplina. A vida quotidiana destas pessoas pode ser desorganizada e o conceito de tempo pode ser indefinido porque temos o nosso próprio horário, a hora africana, mas não é verdade. É preciso chegar a horas ao trabalho, aos ensaios, às nossas vidas.

"Trata-se também de confiança", continua a Tarryn. "As pessoas de cor não têm verdadeiramente confiança, entram numa sala a olhar para baixo. E nesta comunidade, as famílias destas crianças podem não ter tempo para lhes alimentar a autoestima. Assim, aqui, neste espaço seguro, através da dança, criamos uma família. Criamos um sentido de pertença que te dá confiança e um objetivo. Dá-te todas aquelas coisas que podes não ter em casa".

A Tarryn está sempre a pensar de que forma estas pequenas aulas na sua academia de dança podem ajudar a moldar o futuro dos seus alunos. Todos os dias começam com um workshop especial: O poder na mão. Cada criança escolhe cinco pontos fortes (um por cada dedo) nos quais se deve concentrar nesse dia. Pode ser serem cuidadosos, persistentes, honestos, de confiança, empenhados, qualquer aspeto positivo sobre eles próprios. Depois, fazem exercícios de respiração com as mãos para garantir que estes aspetos fortes estão sempre nas suas mentes.

Ao construir estes alicerces da disciplina e da autoconfiança, a dança dá às crianças a oportunidade de se transportarem, tanto física como mentalmente.

A Tarryn está sempre a pensar de que forma estas pequenas aulas na sua academia de dança podem ajudar a moldar o futuro dos seus alunos. Todos os dias começam com um workshop especial: O poder na mão. Cada criança escolhe cinco pontos fortes (um por cada dedo) nos quais se deve concentrar nesse dia. Pode ser serem cuidadosos, persistentes, honestos, de confiança, empenhados, qualquer aspeto positivo sobre eles próprios. Depois, fazem exercícios de respiração com as mãos para garantir que estes aspetos fortes estão sempre nas suas mentes.

Ao construir estes alicerces da disciplina e da autoconfiança, a dança dá às crianças a oportunidade de se transportarem, tanto física como mentalmente.

"Alguns deles nunca saíram desta comunidade", explica. "Apenas vão à loja ao fundo da rua e regressam a casa. Mas com a dança têm a possibilidade de o fazer. Uma vez levei as crianças a uma excursão, para dançarem numa galeria de arte e depois fomos à Shelf Life, uma loja de sapatilhas. É como se lhes mostrasses um mundo totalmente novo, do qual também podem fazer parte. Mas a viagem mental é o aspeto mais importante de todos. Até mesmo ao dançar no estúdio, em Eldos, estás a forçá-los a pensar em coisas diferentes e a ver que existe uma forma de viver diferente, uma forma de ser diferente, que não se limita a ficar sentado à espera. É como uma transformação da mente".

"E mesmo que apenas olhem para mim como um modelo a seguir", continua "Falo como eles, tenho um aspeto parecido com o deles, vivo na mesma comunidade. E faço isto, colaboro com a Nike! Isto faz com que percebam que, se posso fazer o que faço, eles também podem. Existe tanto talento por descobrir nesta comunidade. É isto que quero mostrar a estas crianças, não importa de onde vêm, não importa o que se passa em casa. Tu podes transformar-te. Podes concretizar os teus sonhos".

E para a Tarryn, a principal beleza reside no facto de que não precisas de nada para dançar. "Apenas precisas de música, e aqui todos são DJ, ou rapper ou cantor", afirma a sorrir. "E o espírito de comunidade, de família, de união. Ubuntu. É isto que mantém tudo vivo. É isto que é tão interessante".

Tudo a postos para mostrares os teus movimentos? Inscreve-te abaixo num dos workshops de dança da Tarryn e noutros eventos da comunidade em toda a cidade.