Orientação

Como motivar as crianças a moverem-se

Da Nike Training

Como motivar os miúdos a serem ativos
Como motivar os miúdos a serem ativos

Não basta convencer as crianças a fazerem exercício. Tens de o tornar divertido.

Inspira as crianças a moverem-se todos os dias fazendo atividades divertidas com elas que acelerem o coração. Temos dicas sobre como fazer-lhes perguntas que as ajudem a aperceber-se e a compreender de que forma o facto de se moverem as faz sentir melhor.

Transmitir às crianças a ideia de que a atividade física pode ser uma aventura divertida é apenas metade da equação para que se comecem a mover. A outra metade? Garantir que se preocupam com o movimento, para que estejam mais predispostas a fazê-lo por vontade própria.

Tal como acontece com os adultos, "não é possível fazer com que as crianças sintam algo", afirma Diana Cutaia, fundadora da Coaching Peace Consulting, que trabalha com a equipa de impacto social e comunitário da Nike. "Todavia, é possível dar-lhes oportunidades para refletirem sobre como se sentem, para que retirem as suas próprias conclusões."

Durante cinco dias consecutivos, pede ao teu filho que se junte a ti para fazer um treino na nossa Fitness Adventure com o programa Brian & Bella Nunez ou outra atividade que acelere a frequência cardíaca (como um jogo de apanhada no quintal). "Todas as manhãs após o primeiro dia, faz-lhes uma série de perguntas sobre como se sentem", sugere Cutaia. Alguns exemplos de perguntas: "O que sentes hoje de diferente?", "Sentes-te com mais energia?", "Dormiste melhor?", "Queres fazer mais atividades parecidas?". Estas perguntas ajudam as crianças a aperceberem-se de sensações e efeitos que não teriam notado sozinhas, sem que sintam como se tivessem sido "persuadidas" a algo.

"Os adultos tendem a fazer algo quando o 'porquê' está relacionado com a ciência, mas as crianças são normalmente mais inspiradas quando o 'porquê' está relacionado com uma história"

Brian Nunez, Nike Master Trainer

Como motivar os miúdos a serem ativos

A partir daqui, podes construir as tuas bases. Depois de algumas semanas de exercícios regulares, faz perguntas como: "Como te sentes no teu corpo?" ou "O que consegue o teu corpo fazer que pensavas não conseguir?", sugere Cutaia. Promoverás uma ligação saudável com o corpo e as suas mentes deverão assumir naturalmente o controlo. "Deixa que a biologia trabalhe por ti e não forces o assunto", afirma. "Por estarmos preparados para nos movermos, quando as crianças têm atividade suficiente, o facto de o movimento ser bom para elas desperta o cérebro."

Embora possa parecer uma boa ideia ensinar às crianças todos os benefícios do exercício, talvez seja melhor não trazer à baila o tema da biologia. "Os adultos tendem a fazer algo quando o 'porquê' está relacionado com a ciência, mas normalmente as crianças são mais inspiradas quando o 'porquê' está relacionado com uma história," afirma Brian Nunez, Nike Master Trainer.

Por exemplo, em vez de dizeres à criança que os agachamentos com salto lhes proporcionará pernas fortes e resistentes, descreve como uma rã faminta precisa de pernas fortes e rápidas para saltar sobre uma lagoa para apanhar mais moscas, e como o facto de praticar os seus saltos a torna cada vez mais rápida. Em alternativa, da próxima vez que estiverem a fazer um exercício baseado na velocidade, como jumping jacks, diz-lhes que o seu bailarino ou jogador de basquetebol favorito move os pés tão rapidamente graças a exercícios como esses.

Se enquadrarmos as coisas de forma que compreendam e se interessem, será muito mais provável que queiram mover-se e que desfrutem dos exercícios.

Como motivar os miúdos a serem ativos

A partir daqui, podes construir as tuas bases. Depois de algumas semanas de exercícios regulares, faz perguntas como: "Como te sentes no teu corpo?" ou "O que consegue o teu corpo fazer que pensavas não conseguir?", sugere Cutaia. Promoverás uma ligação saudável com o corpo e as suas mentes deverão assumir naturalmente o controlo. "Deixa que a biologia trabalhe por ti e não forces o assunto", afirma. "Por estarmos preparados para nos movermos, quando as crianças têm atividade suficiente, o facto de o movimento ser bom para elas desperta o cérebro."

Embora possa parecer uma boa ideia ensinar às crianças todos os benefícios do exercício, talvez seja melhor não trazer à baila o tema da biologia. "Os adultos tendem a fazer algo quando o 'porquê' está relacionado com a ciência, mas normalmente as crianças são mais inspiradas quando o 'porquê' está relacionado com uma história," afirma Brian Nunez, Nike Master Trainer.

Por exemplo, em vez de dizeres à criança que os agachamentos com salto lhes proporcionará pernas fortes e resistentes, descreve como uma rã faminta precisa de pernas fortes e rápidas para saltar sobre uma lagoa para apanhar mais moscas, e como o facto de praticar os seus saltos a torna cada vez mais rápida. Em alternativa, da próxima vez que estiverem a fazer um exercício baseado na velocidade, como jumping jacks, diz-lhes que o seu bailarino ou jogador de basquetebol favorito move os pés tão rapidamente graças a exercícios como esses.

Se enquadrarmos as coisas de forma que compreendam e se interessem, será muito mais provável que queiram mover-se e que desfrutem dos exercícios.

Como motivar os miúdos a serem ativos

Junta-te à Nike Training Club

Acede aos nossos especialistas e treinadores de classe mundial que vão ajudar a que te mantenhas no ativo.

Como motivar os miúdos a serem ativos

Junta-te à Nike Training Club

Acede aos nossos especialistas e treinadores de classe mundial que vão ajudar a que te mantenhas no ativo.