SNEAKRS

....
  • Ajuda

POR TRÁS DO DESIGN

AIR PRESTO
A viagem das Air Presto começou muito antes da sua apresentação em 2000. Originado pelas inovadoras mentes de Tobie Hatfield e Kevin Hoffer, e concebido por Bob Mervar, o conceito ganhou vida pela primeira vez em 1996. Na altura, ao experimentar um par tradicional de sapatilhas de running, Hatfield reparou que a boca cedia levemente para suportar o pé. Apesar de a sapatilha poder fornecer tudo o que um corredor precisa, Hatfield perguntou-se de que forma poderia proporcionar um design e uma função melhores, respondendo simultaneamente às exigências do mercado para umas sapatilhas mais confortáveis e mais leves.
Os primeiros conceitos de Hatfield nasceram com este feedback em mente e com a pergunta de como se poderia eliminar o colapso da boca e melhorar simultaneamente o conforto. "Por isso abri o meu bloco de notas e pensei 'e se removesse esta parte da boca?', isto é, criar literalmente uma abertura. Chamei-lhe de abertura em V. Não fazia a mínima ideia do que isto poderia fazer à sapatilha", explicou Hatfield.
Com um desenho inicial na mão, Hatfield abordou diretamente o seu próprio criador de padrões na altura. "Apresentei-o ao meu próprio engenheiro de padrões e, em poucos dias, estava na minha secretária com esta abertura em V. A abertura em V atuava como uma espécie de dobradiça na sapatilha, proporcionando um design descontraído e conferindo-lhe maior flexibilidade para um ajuste perfeito, até mesmo para pés maiores. Essencialmente, permitiu que a sapatilha crescesse com o pé. Foi nesse momento que nasceu o sistema de tamanho de t-shirt variável das Air Presto.
Apesar de não ter sido oficialmente apresentado até ao lançamento das Air Presto, o conceito de abertura em V foi gradualmente integrado no mercado nos anos que precederam o novo milénio, com estilos como as Air Gauntlet e as Air Zoom Drive a fazerem uso desta tecnologia. Agora, conheça o designer Bob Mervar, que conseguiu entrar no projeto depois de se deixar cativar pelo design assim que os seus olhos entraram em contacto com o mesmo. "Vi aquilo em que o Tobie estava a trabalhar e já tinha visto amostras. Venho de um "background" de design de produto e aquele era um tipo bastante minimalista no que respeita à abordagem ao design".
Assim que Mervar entrou na equação, orientou a finalização das Air Presto no sentido de criar um design completo e holístico. "Comecei pelo design e esse design consistia numa espécie de vieira assim (movimentos para a frente) e assim (movimentos na direção oposta). Foi nesse momento que pensei que poderia juntar tudo para criar uma mensagem. Parecia um bom conceito em algumas partes, mas depois pensei que poderia melhorá-lo", explicou. As duas principais formas, aliadas a um bloco de cores específico selecionado por Mervar, ajudaram o design a adquirir um aspeto totalmente integrado com menos partes. Além disso, proporcionou um aspeto com velocidade e movimento inerente ao design atual das Presto.